• Compartilhe
    animal print, dicas de moda, Tendências, video

    As regrinhas do animal print

    07 de abril de 2015

    As estampas “de bicho” passaram décadas entrando e saindo da moda, oscilando entre o chique e o brega, passando pelo retrô. Mas as coisas mudaram e, há várias coleções, elas continuam fortes, firmes e poderosas. A gente pode comemorar o fato de que elas passaram a ser um recurso permanente à nossa disposição! O que não quer dizer que a gente tem o direito de abusar completamente delas, certo?




    Por falar em certo, Adam Glassman, diretor criativo da O, a revista de Oprah Winfrey, usou sua coluna no site da revista e na OWN TV – batizada de #adamsays – para trazer à tona duas regras simples que devemos levar em conta, na hora de usar animal print.


    Antes das regras, ele dá um aviso: resista à tentação de usar as estampas em todo o look ou em peças muito grandes. Menos é mais!


    A partir daí, as regras são consequência.




    Primeira: combine, não misture. Bolsa e sapato de oncinha, em um look mais neutro, são puro charme. O que não aconteceria se cada uma das peças fosse de um animal diferente. Ou seja: onças e zebras não se misturam. A não ser naqueles casos em que as próprias estampas já trazem um mix. Deixe o blend para os especialistas!




    Segunda: complete com cor! O exemplo: a parceria da saia lápis e top laranja cria um equilíbrio interessante, chamativo na medida certa, que substitui com todas as vantagens o look pesado que se consegue com o uso exagerado de animal print. Claro que, para uma combinação mais clássica, o mais seguro é o uso de alguma cor da própria estampa na outra peça, como preto ou marrom.






    Aprendemos?


    Gostou?

    Venha até uma das lojas Zendron e conheça nossos produtos. Dúvidas? Entre em contato ao lado!

Posts relacionados

Destaques

Mais vistos

Receba por email

Cadastre-se e saiba tudo em primeira mão.