Postagens em olhar feminino:

  • Compartilhe
    notícias, olhar feminino

    Pirelli 2017

    16 de novembro de 2016

    Não há quem não tenha curiosidade pelo Calendário Pirelli. A cada ano, cada vez mais, a “folhinha” mais famosa do mundo nos surpreende e faz questão de abandonar de vez o clichê de calendário “de borracharia”, substituindo as “gostosas” por mulheres “de verdade”. É uma declaração forte, que reforça toda a luta feminina por aceitação da diversidade.


     



     


    Aspas à parte, The Cal 2017 será lançado no dia 29 deste mês, mas, enquanto ele não vem, temos bastidores e making of para preencher as lacunas da imaginação. Esta edição do calendário será vivida por atrizes. De todas as idades, etnias e formas: Alicia Vikander, Nicole Kidman, Zhang Ziyi, Julianne Moore, Uma Thurman, Rooney Mara, Robin Wright, Jessica Chastain, Kate Winslet, Penelope Cruz Sanchez, Lupita Amondi Nyong’o, Charlotte Rampling, Helen Mirren, Lea Seydoux e, junto delas, a professora e empresária russa Anastasia Ignatova, que foi convidada pelo projeto pelo fotógrafo Peter Lindbergh. Super interessante: as fotos não vão ter retoques.


     


     


    10706_Jessica-Chastain


     


     


    10705_Charlotte-Rampling


     


     


    10198_03


     


     


    10204_09


     


     


    10203_08


     


     


    10201_07


     


     


    10202_05


     


     


    10704_Anastasia-Ignatova


     


     


    E viva a diversidade da beleza! Mesmo sem ter visto o resultado final… já dá para dizer: bom trabalho, Pirelli!


    Gostou?

    Venha até uma das lojas Zendron e conheça nossos produtos. Dúvidas? Entre em contato ao lado!

  • Compartilhe
    capa de revista, notícias, olhar feminino, revistas de moda

    Todas as mulheres

    07 de dezembro de 2015




    Vale – e muito – uma visita à banca! A Elle brasileira deste mês traz em suas páginas e em suas capas (porque são quatro capas diferentes) a questão feminina. Tudo misturado com os temas que caracterizam uma revista de moda. O vestir, a beleza, o padrão e o papel femininos. Com direito a um manifesto que precisa ser lido.




     Espelho dos movimentos recentes que reforçam o direito da mulher ao seu corpo, seu destino e seu lugar no mundo, a decisão de abraçar uma visão mais ampla e mais humana é histórica. Quer ler um trechinho da carta da editora Susana Barbosa



    “Para uma revista de moda, não é só uma evolução, mas uma revolução. Grupos de todos os tamanhos estão se organizando para discutir a questão do feminismo e da diversidade online porque – thank God! – a internet possibilitou esse diálogo amplo e aberto. Se por um lado, como mídia impressa, sempre fomos acusadas de impor padrões – e durante anos tivemos mesmo esse poder -, por outro, está mais do que na hora de usar o alcance que temos em todas as nossas plataformas para contribuir de alguma forma para esse diálogo sobre a mudança. Queremos participar e incentivar essa conversa. Porque acreditamos que o mundo mudou e só existe um caminho: você pode ser agente da mudança ou ficar em sua zona de conforto e ser atropelada por ela. Impossível é tentar contê-la ou ignorá-la.”








    Vamos ler, vamos pensar e vamos comemorar um tempo em que tantas conquistas são feitas! 



    Gostou?

    Venha até uma das lojas Zendron e conheça nossos produtos. Dúvidas? Entre em contato ao lado!

  • Compartilhe
    cultura fashion, notícias, olhar feminino

    Bainhas, decotes e saltos...

    23 de março de 2015

    Aí está uma reflexão que vale a pena fazer! A campanha ‘Don’t measure a woman’s worth by her clothes’- não meça o valor de uma mulher por suas roupas – “gradua” o nível de moralidade feminina de acordo com a barra de suas saias, profundidade dos decotes ou altura dos sapatos. 


    A série de posters foi criada por Theresa Wlokka e outros alunos da Miami Ad School, na Alemanha, tendo como inspiração a ONG suiça Terre des Femmes, que tem seu foco de atuação em direitos humanos, igualdade de gêneros e feminismo. E ganhou o mundo. Independe de tradução, não é?






    O interessante é que todas as opções recebem críticas… de “vagabunda” a “puritana”, passando por provocadora ou sem graça… A pergunta que fica é: até quando toda atitude feminina vai estar errada? E aos olhos de quem?


    A ONG que assina os cartazes avisa, em sua página do Facebook, que não foi consultada sobre a campanha, mas que mesmo assim apoia a causa. E isso também é interessante!


    Gostou?

    Venha até uma das lojas Zendron e conheça nossos produtos. Dúvidas? Entre em contato ao lado!

Destaques

Mais vistos

Receba por email

Cadastre-se e saiba tudo em primeira mão.