• Compartilhe
    cultura fashion, cultura pop

    As garotas dos anos 60

    31 de janeiro de 2017

    It girls. Mulheres, quase sempre bem jovens, que lançam tendências. Essa é uma expressão que voltou a ser popular com a influência dos blogs de moda. Mas que é bem mais antiga: nasceu na Inglaterra no começo do século XX!


     


    Hoje não vamos voltar tanto no tempo, mas vamos fazer uma boa viagem ao passado mesmo assim. A inspiração veio da Elle norte-americana que publicou em seu site, uma galeria,  mostrando uma it girl representativa de cada ano, desde 1960.


     


    Nós vamos dividir a lista por décadas. Hoje, começamos pelos revolucionários anos 60! Que começaram sob o signo de Psicose, de Alfred Hitchcock, trazendo à moda o estilo de Janet Leigh. Já 1961 foi marcado pelo visual icônico e eterno de Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo. 1962 teve sabor latino explosivo, com a marcante Anita vivida por Rita Moreno em West Side Story. E ela não podia faltar: 1963 foi o ano da Cleópatra de Liz Taylor.


     


    it60-63


     


    Da explosão de Elizabeth Taylor, pulamos para 1964 com a doçura mágica da Mary Poppins de Julie Andrews. Seguida por mais mágica em 1965, que é o ano de Samantha Stephens, ou seja, Elizabeth Montgomery, em A Feiticeira. 1966 e 1967, de acordo com as escolhas da revista, têm muito em comum: ambos os anos são representados por maravilhosas cantoras negras: Diana Ross e Aretha Franklin. Mais do que it girls, divas! Aliás, a Elle deve ter achado que 1967 foi um ano complexo demais para ter uma só representante e incluiu na lista a poderosíssima Faye Dunaway, fatal em Bonnie & Clyde. A foto dela abre este post, lá no alto. ;-)


     


    it64-67


     


    1968 traz mais uma diva extremamente influente: Barbra Streisand, no ano em que viveu Funny Girl, papel que rendeu um Oscar e o direito a se transformar em ícone pop. 1969, a Elle diz, foi o ano da comediante Carol Burnett, que não é muito conhecida aqui do nosso lado debaixo da linha do equador… Em seu lugar, poderíamos muito bem ter Jane Fonda, que vinha de Barbarella, lançado no ano anterior… diretamente para o filme cult A Noite dos Desesperados. Ou… o final nos anos 60 teve uma it girl mais maravilhosa do que Janis Joplin?


     


    it68-69


     


    Que venham as próximas décadas!


    Gostou?

    Venha até uma das lojas Zendron e conheça nossos produtos. Dúvidas? Entre em contato ao lado!

Posts relacionados

Destaques

Mais vistos

Receba por email

Cadastre-se e saiba tudo em primeira mão.